Bloquinho: rascunhos e poesias

IMG_20131210_164544

Os bloquinhos, eles me encantam! São retalhos, são relatos. Chegam a nossas mãos imaculados e o tempo, – a vida -, se encarrega de ir preenchendo suas páginas brancas. Ora recheado com lembranças e traços doces, outras tantas vezes com rabiscos e consternações.

A companhia do bloquinho me dá liberdade para rabiscar e me fez compreender mais facilmente que os rascunhos fazem parte da vida, que não estamos tentando jogar com cartas marcadas, que ganhamos e que perdemos, mas que, sobretudo, existe uma luta viva, um duelo interior, que teima em confiar num amanhecer deslumbrante.

A partir de agora vocês verão meu bloquinho com bastante frequência aqui.

Declaração silenciosa de amor

Declaração silenciosa de amor

301546_458701507534497_807927882_n

Todo dia ela levava o moleque à escola. A calça jeans meio manchada e a bolsa meio gasta. O garoto ao lado, uns seis anos de ingênua finura, os olhos escuros o gingado já faceiro.  Quando chegava ao lugar ela sempre se assentava primeiro e ele, não pensava duas vezes, saltava em suas pernas, o ritual diurno findava com um carinho no rosto pequeno do menino e um afago na cabeça raspada. Com a cria acomodada no colo a mulher me olhou, e eu, quieta, me senti no dever de sorrir. Sorrir por ter testemunhado aquela modesta declaração silenciosa de amor diário.

Hellen Leite

Coleção de Frases: A Maldição do Tigre

“Naquela noite, sonhei que estava sendo perseguida na selva, e quando me virei para olhar meu perseguidor, levei  um susto ao ver um grande tigre. No sonho, eu ri e então me virei e corri mais depressa. O som de suas patas delicadas e macias me seguia, no mesmo titmo do meu coração. ”

“- E então: quer o emprego ou não? – perguntou a mulher, impaciente.
– Um tigre, é? Parece interessante! Tem elefantes também? Porque recolher cocô de elefante seria um pouco demais.”

“O rapaz se aproximou de mim cautelosamente, os braços esticados diante de si, e repetiu:
– Kelsey, sou eu, Ren.”

“Seu rosto se suavizou, assumindo uma expressão de ternura, e os cantos de sua boca ergueram-se em um sorriso sincero.

Asambhava. Não vou deixar você.”

“O lindo rosto de Ren se iluminou com um sorriso caloroso, e de repente fiquei preocupada com um fiapo na manda da minha blusa. Ele saltou da cama, pegou minha mão e fez uma mesura profunda.”

“Ren fechou a porta silenciosamente e eu puxei as cobertas até o queixo, a palma de minha mão ainda formigava no local onde ele a beijara.”

“Regra número dois: Se seu inimigo não puder lutar, então a guerra acabou.”

“Pensei em Kishan e em quanto ele parecia terrível na superfície. Por dentro, era tão inofensivo quanto um gatinho. O irmão perigoso era Ren. Por mais inocente que o tigre de olhos azuis parecesse, era um predador irresistível. Absolutamente atraente – como uma planta carnívora. Tão atraente, tão tentador, tão mortal! Tudo o que ele fazia era sedutor e possivelmente perigoso para o meu coração.”

“Ele provavelmente se apaixonaria por qualquer garota que estivesse destinada a salvá-lo. Além disso, um cara como ele jamais se sentiria atraído por alguém como eu. Ren era como o Super-Homem e eu tinha que admitir que não era nenhuma Lois Lane. Quando a maldição estiver quebrada, ele provavelmente vai querer namorar top models. E tem mais: eu sou a primeira garota por perto em mais de 300 anos – e, embora a linha do tempo seja um pouquinho diferente, ele é o primeiro homem por quem já senti alguma coisa. Se eu alimentar a ilusão de ficar com ele para sempre depois que isso tiver acabado, com certeza vou quebrar a cara.”

“Quando a jaula do tigre passou diante de mim, tive uma vontade súbita de acariciar-lhe a cabeça e confortá-lo. Eu não sabia se tigres podiam demonstrar emoções, mas por algum motivo eu tinha a impressão de que podia sentir seu estado de espírito. Parecia melancólico.”

“O que eu sentia por ele parecia complicado demais para definir, mas logo se tornou óbvio para mim que a emoção mais forte que eu sentia, a que estava agitando meu coração, era… amor.”

“Seu toque era doce, hesitante e cuidadoso. A expressão dele era de espanto e compreensão. Eu estremeci. Ele ficou parado por mais um momento, então sorriu com ternura, baixou a cabeça e roçou os lábios nos meus. Cada ponto em que ele me tocava, eu sentia formigar e ganhar vida. ”