Resenha: Legend (Marie Lu)

LegendNo ano 2130 o que era o oeste dos Estados Unidos se transformou na República, uma nação militarizada em constante guerra com seus vizinhos, as Colônias.

Na República o futuro de todas as crianças é decidido aos dez anos de idade. Elas são submetidas a uma prova que testa as aptidões intelectuais e físicas. Os jovens mais inteligentes são recrutados pelo governo para servir a pátria e os que não conseguem passar na prova são enviados para os campos de trabalho.

June é um prodígio, a única pessoa da história da República que conseguiu alcançar a pontuação máxima na prova de aptidões. Day foi reprovado e se transformou no criminoso juvenil mais procurado do país. Ele é uma lenda. Tão esperto e ágil quanto um delinquente poderia ser.

Mas Day e as Colônias não são a única preocupação da República. Ela ainda precisa tomar cuidado com os rebeldes Patriotas e com a Praga, uma doença mortal que se alastra pelos setores mais pobres da nação.

As histórias de June e Day se encontram quando o irmão da garota, um capitão da República, é assassinado. June, determinada a vingar a morte do irmão, vai a procura do homicida, que possivelmente é Day.

Além dos protagonistas somos apresentados aos personagens Metias, irmão da June; Tess, uma garota esperta que está sempre ao lado de Day; o soldado Thomas, um amigo e subordinado de Metias; e a Comandante Jameson, cruel e calculista. Outros personagens aparecem brevemente neste primeiro volume, como é o caso de Chian, Primeiro Eleitor (líder da República), Anden (filho do primeiro Eleitor) e Kaede, uma lutadora de Skiz – uma luta proibida apreciada especialmente nos setores marginalizados.

Existem algumas cenas de romance no livro, mas o foco principal está na ação, no perigo de viver nas ruas, nas mentiras, no abuso de poder e a manipulação ideológica do governo.

O livro é curto, dá para terminar em um ou dois dias. Por ser um livro pequeno, senti falta de mais detalhes. Acho que as 256 páginas de Legend foram insuficientes para dar a dimensão da história ao leitor. A autora poderia ter explorado mais os pontos opressores de um governo militar totalitarista, além das mudanças sociais do período.

A narrativa é bem simples e fluída e os capítulos se alternam entre a visão de June e Day. Isso foi bom por que nós temos um panorama estendido da história.  A diagramação é um dos pontos fortes. As páginas são amarelas, – que facilitam a leitura-, e têm as bordas escurecidas, dando a impressão de que o livro foi chamuscado. A editora está de parabéns.

Eu quero muito saber como termina essa história. O segundo livro da série foi publicado, no ano passado, nos Estados Unidos com o título Prodigy e estava previsto para ser lançado no Brasil ainda no primeiro semestre de 2013.

Anúncios

Livros novos na estante

Maio está terminando e eu tenho cinco livros novos na minha estante. Tentei me conter e comprar menos, levando em consideração que ainda tenho três não lidos na fila, mas acontece que nem sempre eu consigo essa façanha incrível de me controlar dentro de uma livraria.

Vamos à listinha dos adquiridos em maio.

O Resgate do Tigre

resgate-do-tigreFé. Confiança. Desejo. Até onde você iria para libertar a pessoa amada? Kelsey Hayes nunca imaginou que seus 18 anos lhe reservassem experiências tão loucas. Além de lutar contra macacos d’água imortais e se embrenhar pelas selvas indianas, ela se apaixonou por Ren, um príncipe indiano amaldiçoado que já viveu 300 anos. Agora que ameaças terríveis obrigam Kelsey a encarar uma nova busca – dessa vez com Kishan, o irmão bad boy de Ren –, a dupla improvável começa a questionar seu destino. A vida de Ren está por um fio, assim como a verdade no coração de Kelsey. Em “O resgate do Tigre”, a aguardada sequência de “A maldição do tigre”, os três personagens dão mais um passo para quebrar a antiga profecia que os une. Com o dobro de ação, aventura e romance, este livro oferece a seus leitores uma experiência arrebatadora da primeira à última página.

Eu estava muito ansiosa pra ler a continuação da Saga dos Tigres, amei o primeiro livro e tenho muitas expectativas para o segundo volume. Espero ler esse ainda em junho.

Preciosa

preciosa_2A adolescente do Harlem Clareece Precious Jones é obesa, analfabeta e está grávida pela segunda vez de seu pai. Vítima de constantes abusos físicos e psicológicos por parte da mãe. Seu encontro com uma professora batalhadora a apresentará a um mundo novo, onde poderá expressar seus sentimentos e recuperar sua voz e dignidade.

Podem me julgar, eu ainda não assisti ao filme, mas como eu também não estou totalmente alheia aos comentários cinéfilos sei que ele foi muito badalado e premiado, por isso aproveitei uma promoção e levei esse pra casa. Uma das coisas que me chamaram atenção nesse livro é o fato dele ser escrito pela personagem principal, me parece que é o relato literal da vida dela. Folheando o livro já percebi muitos erros de português propositais, pelo motivo de ser escrito pela Harlem, que é analfabeta funcional. Espero que esse toque de realismo não me deixe agoniada com o livro.

Legend

Legend“Legend” é o primeiro livro da série distópica há muito tempo aguardada pelos fãs. Ambientado na cidade de Los Angeles em 2130 D.C, na atual República da América. Conta a história de um rapaz – o criminoso mais procurado do país – e de uma jovem – a pupila mais promissora da República –, cujos caminhos se cruzam quando o irmão desta é assassinado e a ela cabe a tarefa de capturar o responsável pelo crime. No entanto, a verdade que os dois desvendarão se tornará uma lenda.

Bom, é uma distopia, e também estava na promoção rs. O livro parece ser interessante, não tenho muito o que dizer, a não ser que estou pouco curiosa pra ler essa história.

Sussurro

sussurroEntrar em um relacionamento não estava nos planos de Nora Grey. Pelo menos até a chegada de Patch. Seduzida por seu sorriso despretensioso e pelo olhar que parece enxergar através dela, Nora se sente incapaz de pensar com clareza.
É quando uma sucessão de acontecimentos assustadores começa a cercá-la. Enquanto isso, Patch parece surgir em todos os lugares e mostra que sabe absolutamente tudo sobre sua vida. É impossível decidir entre atirar-se nos braços dele ou fugir do perigo que o ronda. Na busca de respostas, Nora se aproxima de uma verdade ainda mais avassaladora que seus sentimentos por Patch. De repente, ela está no centro da eterna batalha travada entre anjos caídos e seres imortais – e quando chegar a hora de escolher um dos lados, a decisão errada poderá custar sua própria vida.

Comprei por que também estava na promoção (Eu sou a rainha das promoções rs), mas faz tempo que quero ler a série Hush Hush. Coincidentemente a Rô, do blog Pilha de Cultura, comprou esse livro também e ainda não o leu. Trocamos emails e resolvemos ler ele juntas, compartilhar idéias e depois comentar sobre a experiência nos blogs. Aguardem.

Estilhaça-me

Estilhaça-me _ capa.inddNinguém sabe por que o toque de Juliette é letal, mas o Restabelecimento tem planos para ela. Planos para usá-la como arma. Mas Juliette tem seus planos. Após uma vida inteira sem liberdade, ela descobriu uma força para lutar contra todos pela primeira vez — e para obter um futuro com o único garoto que ela pensou que fosse perder para sempre.

Na verdade, comprei esse para presentear uma amiga, mas tudo o que é dela é meu (hahahah). Nós temos uma sociedade literária. Então, tenho certeza que depois que ela ler o livro ele vai ser “nosso”. Já queria ler esse desde o ano passado. Na ocasião de uma visita a livraria fiquei na dúvida se comprava ele ou Divergente, acabei optando pela distopia da Verônica Roth, mas continuo bastante curiosa para saber o que acontece em Estilhaça-me.