Quero Ler: Um Homem De Sorte (Nicholas Sparks)

“Mas não estava em outra época e lugar, e nada daquilo era normal.
Trazia a fotografia dela consigo há mais de cinco anos. Atravessou o
país por ela.”
“Era estranho pensar nas reviravoltas que a vida de um homem pode dar.
Até um ano atrás, Thibault teria pulado de alegria diante da
oportunidade de passar um fim de semana ao lado de Amy e suas amigas.
Provavelmente, era exatamente isso de que precisava, mas quando elas o
deixaram na entrada da cidade de Hampton, com o calor da tarde de agosto
em seu
ápice, ele acenou para elas, sentindo-se estranhamente aliviado. Colocar
uma carapuça de normalidade havia-o deixado exausto.
Depois de sair do Colorado, há cinco meses, ele não havia passado mais
do que algumas horas sozinho com alguém por livre e espontânea vontade.
(…)
Imaginava ter caminhado mais de 30 quilômetros por dia, embora não
tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas.
Esse não era o objetivo da viagem. Imaginava que algumas pessoas
acreditavam que ele viajava para esquecer as lembranças do mundo que
havia deixado para trás, o que dava à viagem uma conotação poética.
prazer de caminhar.
Estavam todos errados. Ele gostava de caminhar e tinha um destino para
chegar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s